quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

O fim.


Sabemos que a vida é uma brincadeira efêmera, e apenas por isso somos capazes de suportá-la sem perder o senso de humor; sem a ideia da inevitabilidade da morte, já teríamos enlouquecido diante da perspectiva aterrorizante de uma existência eterna. É um consolo saber que nossas vidas terão um fim; cada dia é uma contagem regressiva para o encerramento de uma corrida da qual nunca quisemos participar. (André Díspore Cancian)

Total de visualizações de página

Seguidores